Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

31
Ago18

Ter um blog já não é por gosto

A nossa sociedade é movimentada por modas hoje em dia, parece que ser blogger, instragrammer, youtuber, influencer... you name it, se tornou em mais uma tendência alimentada pelos nossos olhos.

Para vermos ao ponto em que já se chegou, tumblr tornou-se um adjetivo. Isto está tão grave que acho que se os Morangos com Açúcar tivessem chegado aos dias de hoje, eles já não quereriam ser músicos, mas sim youtubers famosos. Aposto que iam haver aqueles que andariam de câmara para trás e para a frente ou então a por uma foto no insta para ver quantos likes dá.

Hoje em dia vejo coisas e ouço comentários ridículos. Todos querem ser influencers e usam as redes sociais para obter tal fim, falhando miseravelmente. Quantas vezes fui ao Instagram e vi pessoas que criticam blogs terem na descrição "Blog Pessoal" ou "Figura Pública". Figura Pública aonde? Só se fores conhecida por ires ao Kasa todos os dias e andares a fazer coisas por aí que eu nem vou nomear de tão impróprias que são.

Isto é irritante, mas pior ainda são aqueles que publicam nos stories coisas sobre marcas a fazer parcerias, tentando tão fortemente chegar lá e conseguir receber as coisas. Eu entendo, é tentador, mas por vezes é só estúpido (até porque muitas vezes não passam de rumores/mentiras).

Quantas vezes em conversa já não ouvi "Vou mas é criar um blog ou um canal de Youtube para receber cenas". Eu fico abananada com o grau de estupidez da pessoa. Mas isto devem pensar que é chegar aqui e as marcas enviam coisas e parcerias à toa. Elas enviam aos recém-chegados porque são queridas e lhes querem dar as boas vindas ao mundo digital. Claro... que não.

Eu não tenho um blog porque quero receber coisas ou porque quero ser famosa. Não é, de todo, uma prioridade. Até porque se fosse eu já me teria revelado na blogosfera, o que não fiz. A razão pela qual trabalho tanto no blog é porque gosto de escrever, caso contrário não passaria grande parte do meu tempo a pensar nele e a tratar dele. Deixava-o para aí.

Infelizmente, cheguei a uma conclusão muito triste que deve pesar também nos corações dos bloggers que já cá estão há mais tempo - ter um blog já não é por gosto.

Na cabeça de uma grande parte da população tudo é fácil, é chegar aqui e andar. Não é assim. Nem é assim que devia ser. Tirar proveito do blog? Eu entendo perfeitamente, até porque há quem realmente gosta disto e gostava de assumir isto como profissão a tempo inteiro (confesso ser uma dessas pessoas), agora criá-lo com o único propósito de ser uma espécie de Pipoca Mais Doce versão fatela? Não apoio nem nunca hei de apoiar.

Acho que os grandes lá estão porque trabalharam para isso e tiro o chapéu por eles. Admiro a força de vontade a persistência que demonstraram. 

Aqueles que só fazem isto porque sim? Porque é moda? Essas pessoas perdem  o meu respeito enquanto pessoas e enquanto bloggers, quem é que é capaz de ser tão matrialista?

Enfim, deixo aqui partilhada a minha raiva assim muito à toa e sem editar minimamente nada porque hoje é sexta-feira (nada a ver) e porque este post deve ser digerido assim. Cru. Arrggghhh.

"Cria um blog para receberes coisas". Dá-me vontade de dizer "Já tenho e é só por diversão, não tenho objetivos lucrativos e matrialistas desses em mente. Ok? Obrigada. Pode-se retirar. A porta é a serventia da casa".

Digam-me que não estou sozinha e que sou a única que sinto esta a aversão perante esta mania de que ter um blog é fácil e se resume a modas.

10 comentários

Comentar post

Pesquisar

Sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D