Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

30
Set18

A mudança

Sinto que falo muitas vezes desta temática da mudança mas bastante indiretamente. Muitas vezes introduzo o tema em posts com outros propósitos, mas no fundo é sempre algo que está muito presente na minha vida.

Recentemente, a minha vida anda numa montanha-russa de mudanças, o que não me assusta nada. Sinto que as coisas têm andado a remar em sintonia com o que necessito, isto não dizendo que não estão a ser tempos difíceis porque estão. Sinto que há sempre uma parte da minha vida que tem altos e baixos, mas que num overview permanece sempre o mesmo caos de sempre, o que é uma das razões pelas quais a censuro.

No entanto, e ainda tendo passado pela situação em que poderia ter perdido alguém próximo, ou pela cirurgia, ou pelo pós-operatório, sinto que cada acontecimento este verão teve um propósito no começo deste ano letivo.

A primeira coisa que me disseram e que eu também notei foi que estou diferente. Não só fisicamente, mas também a nível psicológico. Estou mais confiante e tenho mais autoestima, o que é uma autêntica novidade para mim.

Ano passado eu permiti que me pusessem para baixo, este ano tornei-me mais segura e deixei de ser tão frágil. Já não faço e já não sou o que querem que eu seja. 

Tem sido um ano difícil, aliás, têm sido anos difíceis mas sinto que iniciei uma nova fase, o que me leva ao próximo ponto.

Eu mudei, o meu pensamento mudou, a minha aparência mudou, mas de certo modo eu ainda pareço igual. Foi esta ideia que me fez considerar que estava na altura de mudar algo mais em mim.

Quem me segue há mais tempo sabe perfeitamente que eu sigo o princípio do "Nova fase, novo cabelo". Geralmente corto-o mais curto, mas desta vez eu queria parecer outra Carlota, queria ir mais além que uma simples pintura ou um corte. Fui radical.

Ontem, para espanto da minha mãe e da minha cabeleireira, cheguei lá e sabia exatamente aquilo que queria - uma franja. Foi um choque para toda a gente e ambas pensaram que estava a delirar e que choraria de arrependimento, só que eu sabia que era daquilo que eu precisava e fui até ao fim, sem as deixar tentar convencer-me que o meu cabelo estava ótimo.

E cá estou eu, em período de adaptação ao novo cabelo, mas a gostar bastante dele. Sinto-me orgulhosa de ter tomado a decisão totalmente sozinha e de ter decidido ir para a frente com a ideia. Antes deixaria que me demovessem, mas agora penso que sou nova e é agora que tenho que fazer as "loucuras", não quando foi mais velha. Usei franja quase a minha vida toda e, por estes jeitos, vou continuar.

Às vezes é melhor arriscar, o cabelo mexe com a autoestima, mas ele também cresce e também dá para pintar por cima. Mais vale a pena fazer que ficar a pensar "se eu tivesse feito...". Não me arrependo nada disto e aconselho a todos que arrisquem sempre que tiverem ganas de fazer algo. 

Mas bem, vou deixar-vos aqui com este devaneio que agora tenho que ir estudar e fazer uns trabalhos em atraso. Os estudos estão a desafiar-me e cabe-me a mim agir, não é verdade?

11
Ago18

Hair Routine | Os produtos que eu uso

Para quebrar um pouco o ciclo vicioso dos posts de regresso às aulas, decidi que era boa ideia trazer-vos um post que tenho tido ganas de fazer nos últimos tempos. Perante a falta de tempo, nunca mais consegui fazer, mas finalmente consegui reunir todas as condições para vos mostrar como trato daquilo que para mim é um templo - o meu cabelo.

 

IMG_20180808_193428.jpg

 

1. Shampoos

 

Eu tenho dois shampoos que uso para lavar o meu cabelo. Eu tenho pele bastante sensível, logo o meu couro cabeludo também está incluido nos tratamentos. A minha farmacêutica aconselhou lavar duas vezes a cabeça, com o Sebophane Biorga uma vez por semana e é aquilo que eu faço. É indicado para cabelos oleosos, pesados e secos.

Os restantes dias optei pela água micelar para cabelos da Nivea e sem dúvida estou rendida. É indicada para cabelos e couros cabeludos oleosos.

 

2. Máscara

 

Visto que pintei o cabelo de novo, é necessário que eu tenha uma máscara que repare e hidrate o meu cabelo, o que foi aquilo que encontrei na máscara da L'Oréal Paris Elvive Color Vive, que nutre o cabelo de forma intensa e que protege a cor. Sem dúvida que o meu cabelo parece "virgem" de tão hidratado que está e, em parte, esta máscara maravilhosa é que está por trás do trabalho.

 

3. Cremes/Sprays para pentear e óleos

 

 

Certo dia a minha mãe chegou a casa com o creme de pentear da L'Oreal Paris Elvive da gama Dream Long, que é para cabelo compridos danificados. Apesar de não ter um cabelo extremamente longo, noto que este tem vindo a crescer com mais intensidade desde que uso este creme de pentear. Aplico-o gentilmente quando tenho o cabelo molhado e ajuda-me imenso a desfazer os nós que se vão criando. Antes de usar isto, o meu cabelo parecia palha de aço e em parte, a culpa era minha e da minha ignorância quanto à hidratação do mesmo. Considero que é um produto que realmente faz o que promete porque transformou o meu cabelo por completo.

Ao lado deste creme de pentear está um spray da Le Petit Olivier, que tem como função tirar os nós do cabelo após lavagem. É de argão e tem um cheiro bastante agradável, mas eu só costumo utlizar quando faço penteados, porque realmente me ajuda.

Por fim, tenho um óleo de uma marca que não faço a mínima ideia de que é porque o rótulo já nem tem letras. Ele foi comprado pela minha mãe e já tem imensos anos e uso, no entanto, sei que protege o cabelo do calor (o que é ótimo porque o meu protetor de cabelo terminou e eu detestei-o. Preciso de comprar um novo), por isso aplico-o sempre antes de o secar com o secador. Sou uma grande crente no que toca ao cuidar das minhas ondas ruivas.

 

4. Escova

 

A minha escova é uma Wet brush-pro que é indicada para pentear todos os tipos de cabelo e ainda acompanhá-los durante os penteados. Como a minha própria hairstylist, eu preciso das minha ferramentas e esta é, sem dúvida, uma delas. No entanto, quero experimentar uma Tangle Teezer.

 

Recapitulando...

Lavo o cabelo com o shampoo da farmácia uma vez por semana, duas vezes no banho. Durante a restante semana, eu uso a água micelar da Nivea. Após lavar o cabelo, aplico a minha máscara e passo por água.

Quando termino o banho enrolo uma toalha à cabeça e deixo que absorva o excesso de água, para quando a tirar, aplicar o creme de pentar. Espalho uniformemente pelas pontas e, em seguida, penteio com a minha escova.

Antes de secar o cabelo ou aplicar qualquer fonte de calor no meu cabelo utilizo o meu óleo protetor e apenas após todo este procedimento começo a arranjá-lo.

 

E pronto, esta é basicamente a minha rotina de cabelo. Tal como disse no início do post, tento ter muito cuidado com esta parte de mim e aplico o máximo de produtos para que este tenha uma vida saudável. Acredito que a chave para um cabelo brilhante e macio, sem pontas espigadas ou secas, é uma boa hidratação feita com produtos de qualidade, que não são tão caros quanto isso.

 

 

 

 

Pesquisar

Sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D