Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chávena de Chá das Cinco

É chávena de chá só que agora bebe-se café

Chávena de Chá das Cinco

É chávena de chá só que agora bebe-se café

Qui | 29.08.19

Setembro e isto das reentradas

Carlota

Como já sabem, eu sou uma daquelas pessoas que pensa demais quando não tem muito porque pensar nas coisas sobre as quais pensa demais. Estão a ver como ainda agora acabei de fazer isso ao não fazer sentido nenhum e ficar a pensar se fiz ou não?

Enfim, penso que também é do conhecimento dos visitantes mais antigos que sou uma pessoa que não considera janeiro o início de algo. Em parte porque a minha vida não muda lá grande coisa, a única coisa que muda é que fico sempre com mais frio e que me engano a escrever a data até ao fim do ano. Por acaso, até é curioso o facto de eu fazer isto porque cada vez que vou escrever a data eu estou a pensar e a mentalizar-me que tenho que escrever a data atual e não escrever o ano passado, mas por alguma razão esqueço-me a meio ou sou apanhada desprevinida e pronto, lá vou eu ter que riscar ou por corretor em cima. Isso ou escrever por cima, porque maior parte das vezes tento emendar o meu erro, o que acaba por se tornar pior porque o número sobreposto fica ilegível tipo borrão no meio da folha. 

Mas parando de divagar, o que é um problema que já me convenci que é crónico e me torna uma pessoa extremamente cansativa de ouvir/ler (ainda estão aí?, hoje vim falar de setembro.

Setembro é, para mim, o início de um novo ano. Em parte porque compro material novo, em parte porque levo uma jorrada de anúncios na televisão que me dizem que algo novo está por vir, e depois porque só a sensação de um recomeço faz-me sentir que outro ano está por vir. Não sei se o efeito acabará por passar quando for para a universidade ou quando simplesmente for trabalhar, de qualquer forma, é essa a sensação que tenho no momento.

Ao contrário de maior parte da população, eu até gosto de Setembro. Na verdade, a minha parte favorita do ano é entre Setembro e Dezembro porque simplesmente sinto-me com energia e toda a questão de dizerem que já só faltam x meses para o natal também contribui para esse facto. Além do mais, Setembro é sinónimo de Outono (ou pelo menos um dia foi assim, agora tenho vindo a receber relatórios confusos) e eu adoro o Outono. Está bem que Setembro traz a escola, mas eu até gosto de voltar à escola, dentro do possível, óbvio. Se bem que este ano não estou a sentir essa parte, mas isso são outros quinhentos.

Com isto tudo já divaguei mais ainda, mas o que eu tentei dizer é que isto de Setembro torna-me particularmente pensativa. Eu gosto deste mês precisamente por isso, ajuda-me a colocar as coisas em perspetiva e, dado o último ano, eu precisava de algo para me por em perspetiva.

E pronto, acho que me alonguei demasiado (e me perdi também), nos meus pensamentos alheios. Não sei se alguém comunga dos mesmos ideais que eu, mas pronto, fica registado o meu juízo.

2 comentários

Comentar post