Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

Chavena de Chá das Cinco

Uma chávena de chá, um prato com biscoitos e conversas intermináveis

27
Jul18

Playlist de infância

Acho que chega a um ponto na vida em que passamos por uma fase nostálgica. A minha chegou e se há época da qual sinto falta são os 00's. Para quem não sabe eu tenho 16 anos feitos este ano, logo eu nasci no início desta época (#idosadageração)

Não sei se já partilhei aqui, mas algo que sempre sonhei e que nunca se haverá de concretizar, era nascer nos anos 90 porque assim viveria a minha adolescência nos 00's. Visto que não é possível (até porque a minha mãe era adolescente nos anos 90), contento-me com dizer que eu vivi a minha infância durante este período de tempo e que ao menos eu brincava (ao contrário das crianças hoje em dia, eu ia ao Toys R' Us para ver se cravava ainda mais brinquedos aos meus pais e eles fugiam daquela área constantemente para eu não me lembrar. Sim, fui daquelas que ficou despedaçada com a abertura de falência da empresa), decidi trazer-vos algo que me traz imensas memórias da minha infância, que é a música.

 

 Eu tinha cerca de cinco anos quando esta música e, ao contrário de 90% das crianças da minha idade, eu percebia algumas partes da música. O engraçado é que, como ainda não sabia ler, não conseguia memorizar a letra toda e, por isso, acabava sempre por errar a letra. De qualquer forma, é engraçado voltar atrás e lembrar-me de dizer à minha avó "Não vês que ele está a falar com a Delilah e escreveu a canção para ela?" (#cockychild)

 

 A minha mãe dizia que esta era a minha música porque bastava começar a tocar que eu desligava do mundo todo. Podia estar a ter uma conversa com alguém, mas bastava começar a tocar que eu ouvia toda sorridente e depois cantava o refrão sempre. Eu lembro-me de ter o meu casaco de ganga branco vestido e ouvir isto durante os passeios de carro.

 

 Eu adorava esta música! Integrava a banda sonora de uma novela brasileira da Globo (que eu agora não me lembro do nome), lembro-me de ouvir isto enquanto passava à beira-mar. A minha irmã era pequenina e mal falava, lembro-me como se fosse ontem. Eu adorava cantar-lhe aquilo e ela chorava porque eu cantava muito mal.

 

 Acho que já deu para entender mas eu amava profundamente música brasileira. Atualmente nem tanto porque acredito que já não é o mesmo. Talvez se outros artistas deste género aparecessem, eu voltaria a ouvir música brasileira.

 

 Mais uma música brasileira dos Tribalistas. Confesso que já não ouvia há muito tempo, mas traz sempre recordações e um sorriso de criança mesmo. Afinal, eu sou de ninguém e todo o mundo é meu também.

 

 Eu sei, eu sei que isto já não é dos 00's, mas ainda durou a minha infância. Eu adorava esta música, sempre achei super querida e é mesmo caso para dizer que esta música era uma daquelas para a qual eu vivia.

 

 Provavelmente uma das primeiras músicas de rap que eu realmente gostei. Esta música é daquelas que realmente me diz alguma coisa, não é propriamente fireworks é feeling. Eu gosto, uma música mais mexida consegue transmitir uma boa mensagem, ao contrário do que muitos pensam.

 

 Eu cada vez que ouço isto começo a dançar que nem doida. Esta música surgiu numa fase em que eu acreditava que ia ser famosa (o que no aftermath nunca se proporcionou), por isso eu criava todo um videoclip à volta da casa e gravava-o com o meu telemóvel de abrir e fechar (#geraçãodasteclas) que era da minha mãe.

 

 Este foi o meu toque de telemóvel (que nunca tocava porque eu nunca a punha a carregar então estava sempre sem bateria) durante anos. Eu tinha graves pancas, mas quem não?

 

 E pronto, a espanholada básica não podia faltar. Agora digam-me lá se não conseguem imaginar uma pequena bola de berlim vestida com saias de pregas lindas e aquelas t-shirts todas clássicas e o sapatinho envernizado enquanto dançava (ou pelo menos tentava) esta música e a cantava assim com um sotaquezinho meio madrileno. É cada pérola!

 

 E esta música que ninguém percebia nada do que dizia mas que adorava? Essa era a minha vida. Não percebia patavina do que eles diziam, mas eu era feliz a dançar isto e a inventar uma letra. Quem nunca?

 

 Eu adorava deste tipo de música. Isto fazia parte da "Vingança" e eu e os meus pais adorávamos ver. Eu podia por outras músicas da novela que integravam a minha infância toda mas nunca mais acabava, por isso decidi escolher esta porque era mesmo aquela que eu adorava.

Pronto, não me vou alongar muito mais. Posso fazer uma segunda parte porque convenhamos, ainda há muitas mais músicas para indicar (pena é eu não poder por tudo, caso contrário o post ficaria gigantesco e vocês aborrecer-se-iam, e eu não queria nada que isso acontecesse).

 

 

 

Pesquisar

Sobre mim

foto do autor

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D